FAQ Monitoramento

Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil - FAQ

Sistemas de monitoramento utilizados na implementação da EAAB

Perguntas frequentes sobre o sistema de gerenciamento da EAAB (e-gestor AB)


1. Existe algum tutorial para orientar o uso do Sistema de Gerenciamento da EAAB? 
Você pode acessar um vídeo tutorial para uso do sistema de gerenciamento da EAAB no seguinte link: https://youtu.be/-wx6rusOGZw?t=7

2. Quando eu devo utilizar o sistema de gerenciamento da EAAB?
O sistema de gerenciamento da EAAB é utilizado para fins de monitoramento dos processos de formação da EAAB, onde são inseridos dados sobre as oficinas de formação de tutores; oficinas de trabalho na UBS, atividades complementares (atividades realizadas pelo tutor junto às equipes de APS após a oficina de trabalho) e as ações do Plano de Ação das equipes/UBS. Lembre-se: o sistema de gerenciamento da EAAB tem o objetivo de registrar as formações de tutores e as atividades que eles realizam junto às equipes. As atividades de promoção da amamentação e alimentação complementar saudável que as equipes realizam junto às mães/famílias devem ser registradas no e-SUS, não no sistema de gerenciamento da EAAB.

3. Como posso obter senha de acesso ao sistema para registrar as atividades?
Somente os tutores formados na EAAB possuem senha de acesso ao sistema de gerenciamento, que está inserido no e-Gestor AB. Caso o município esteja com dificuldades para acessar o sistema é preciso entrar em contato com a Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) do Ministério da Saúde por meio do e-mail cgan@saude.gov.br para solucionar o problema.

4. O que fazer quando o tutor esqueceu sua senha? Como fazer para recuperá-la?
No login do sistema, há uma opção “Esqueci minha senha” ali o tutor pode colocar o CPF e seguir o preenchimento disponível. Assim, um token é enviado para o e-mail cadastrado no e-Gestor AB. Depois basta colocá-lo no sistema com a data de nascimento e obter a nova senha, para entrar no sistema.

5. Como será dado o acesso ao sistema de gerenciamento aos novos tutores formados pelo curso EAD da EAAB?
Serão considerados tutores formados aqueles profissionais que completarem os cursos 1 e 2 da EAAB na modalidade EAD. O Ministério da Saúde criou no sistema de gerenciamento uma oficina EAD para cada estado, onde serão inseridos os dados dos novos tutores (nome, e-mail e município). Assim, serão liberadas as senhas de acesso ao sistema para todos os tutores formados no modelo EAD.

6. É possível acompanhar os relatórios no e-Gestor mesmo não tendo uma senha?
O sistema permite acesso público onde os gestores/profissionais podem gerar relatórios com as informações inseridas por município e por ano. Em relação ao acesso para o registro de atividades (oficinas e atividades complementares), somente os tutores formados podem fazê-lo. Acesse os relatórios públicos no seguinte link: http://sisaps.saude.gov.br/eaab/Relatorios/relatorios.php

7. Como saber quem são os tutores no meu município?
Para saber quem é tutor no município é possível acessar os dados através dos relatórios públicos sobre todos os tutores formados a partir de 2013.  Acesse os relatórios públicos através do seguinte link: http://sisaps.saude.gov.br/eaab/Relatorios/relatorios.php

Para mais informações sobre os tutores (por exemplo, e-mail de contato) consulte a Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) do Ministério da Saúde por meio do e-mail cgan@saude.gov.br

8. Onde posso obter a informação das equipes que já realizaram oficinas de trabalho?
Para acessar as informações das equipes que já realizaram oficinas de trabalho é é necessário gerar relatórios sobre as oficinas e equipe no seguinte link: 

http://sisaps.saude.gov.br/eaab/Relatorios/relatorios.php


 9. Não consegui gerar relatórios, o sistema apresenta mensagem de “erro” o que devo fazer?
Foi realizada uma correção dos erros dos relatórios em 2021, a partir de agora eles podem ser gerados por estado ou município.

10. É possível alimentar no sistema de gerenciamento as oficinas realizadas em anos anteriores?
Sim, é possível registrar as oficinas realizadas em qualquer tempo.

11. Por que não consigo cadastrar os tutores que participaram das Oficinas? 
O cadastro dos tutores deve ser realizado pelo facilitador responsável pela oficina presencial de formação de tutores ou pelo Ministério da Saúde quanto o tutor for formado via curso EAD da EAAB.

12. Quando uma oficina aparece como pendente, é possível acessar o motivo?
A oficina pendente significa que faltou alguma informação a ser preenchida nos botões localizados na linha da oficina. Ao criar uma oficina, todos os botões devem ser acessados para realizar o cadastro dos campos. Existe uma legenda com o nome dos botões para melhor identificar o que cada símbolo representa. Na sequência, da esquerda para a direita temos: Atualizar, Facilitadores, Tutores, Excluir oficina e Alerta (dados incompletos).

13. É possível registrar ações de aleitamento materno realizadas com os usuários em UBS que ainda não participaram de oficinas de trabalho?
O sistema de gerenciamento da EAAB não tem a finalidade de registrar as ações desenvolvidas de forma rotineira pelas equipes de APS, ele se destina ao registro das ações do Plano de Ação que a equipe/UBS desenvolveu após a oficina de trabalho. Portanto, se as equipes ainda não participaram da oficina, não há o que ser registrado no sistema de gerenciamento da EAAB. O registro das ações de aleitamento materno realizadas pela equipe com os usuários da UBS deve ser feito nos sistemas de informação da APS, como, por exemplo, na ficha de atividade coletiva no e-SUS APS.

14. Quando colocamos os dados de consumo alimentar no prontuário eletrônico, as informações migram para o sistema da EAAB?
Não. O sistema de gerenciamento da EAAB é utilizado para fins de gerenciamento e monitoramento dos processos de formação da EAAB, onde são inseridos dados das oficinas de formação de tutores, oficinas de trabalho na UBS, atividades complementares e ações dos Planos de Ação. Os sistemas utilizados para o registro e obtenção de relatórios de monitoramento dos dados de consumo alimentar e estado nutricional são o e-SUS APS e Sisvan.

15. Quais são as atividades complementares que devem ser registradas no sistema da EAAB?
São atividades realizadas pelo tutor com as equipes de APS após a primeira oficina de trabalho na UBS, com objetivo de discutir o processo de trabalho, apoiar a elaboração do Plano de Ação e o monitoramento dos indicadores. Em geral, são abordados temas relevantes para que as equipes possam apoiar e promover a amamentação e a alimentação complementar saudável.

16. Como cadastrar as ações de saúde realizadas pela equipe de saúde da família, quando o tutor desta UBS já se desligou do município?
As ações de saúde realizadas pela equipe de saúde da família junto à população devem ser registradas pela própria equipe no e-SUS APS. O tutor deve registrar, no sistema de gerenciamento da EAAB, as oficinas de trabalho na UBS, as atividades complementares e o Plano de Ação elaborado pela equipe (que apresenta quais ações a equipe planeja implementar para promover a amamentação e alimentação complementar). Caso o tutor da UBS tenha se desligado, o município deve formar um novo tutor. Nesse momento de pandemia de Covid-19 a formação está acontecendo por meio do curso EAD da EAAB, Módulos 1 e 2. Os tutores formados serão cadastrados no sistema de gerenciamento da EAAB pelo Ministério da Saúde e poderão dar continuidade aos registros das atividades realizadas junto à equipe.


17. O Portal da EAAB substituirá algum sistema de monitoramento em funcionamento?
Não. O objetivo do Portal da EAAB é disponibilizar informações, relatórios, reunindo as informações para implementação da EAAB provenientes dos sistemas de informação existentes, em um só local.

18. Existe previsão de alteração/atualização do sistema da EAAB pela CGAN?
Existe a intenção de aprimorar o sistema, porém a CGAN não tem previsão de quando o sistema será atualizado. Por hora a orientação de preenchimento permanece como antes.



Perguntas frequentes sobre o monitoramento dos indicadores de consumo alimentar e estado nutricional



1. Onde devem ser inseridas as informações sobre o consumo alimentar e estado nutricional? 
A recomendação do Ministério da Saúde é que os dados sejam inseridos no e-SUS e que o Sisvan seja utilizado para gerar os relatórios. Para mais informações sobre o registro de dados antropométricos e de marcadores de consumo alimentar, bem como sobre a integração entre os sistemas de informação da APS acerca do estado nutricional e consumo alimentar da população, acesse o “Manual operacional para uso do Sistema de

Vigilância Alimentar e Nutricional - SISVAN VERSÃO 3.0”.

,disponível em : http://sisaps.saude.gov.br/sisvan/public/file/ManualDoSisvan.pdf

Além do Manual Operacional, no link abaixo é possível acessar vídeos tutorias do Sisvan: https://sisaps.saude.gov.br/sisvan/documentos/index

2. Onde devem ser inseridas as informações das ações coletivas realizadas para a promoção da amamentação e da alimentação complementar?
As atividades coletivas de promoção da alimentação adequada e saudável realizadas com a população devem ser registradas na Ficha de Atividade Coletiva do e-SUS APS. Para o registro correto dessa ação é impreterível assinalar na coluna “Público Alvo” a faixa etária de 0-3 anos e, na coluna “Temas para Saúde” a opção 03 “Alimentação Saudável”. Acesse o link a seguir para ter acesso aos materiais do e-SUS referentes ao preenchimento da Ficha de Atividade Coletiva: http://aps.saude.gov.br/ape/esus/documentos/fichas


3. Conseguimos registrar os marcadores e avaliação nutricional pelo Sisvan?
Sim, é possível realizar o preenchimento dos marcadores de consumo pelo Sisvan, no entanto, o sistema preferencial para entrada de dados da VAN é o e-SUS APS, o qual migrará as informações para o Sisvan, caso as informações sejam inseridas corretamente.

4. Qual profissional pode registrar a ficha de marcadores de consumo alimentar?
Essa ficha é destinada aos profissionais da APS. Podem registrar essas informações médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, dentistas, técnicos e auxiliares de saúde bucal, além dos profissionais que integram as equipes do NASF.

5. O perfil de acesso do agente comunitário de saúde no e-SUS permite registrar a ficha de marcadores de consumo alimentar?
Sim. Qualquer profissional da equipe da APS pode utilizar a ficha de marcadores de consumo alimentar.